1/3 MeelPress

Bermondsey Project Space tem o prazer de anunciar a sua próxima exposição, intitulada 1/3 MeelPress, com curadoria de João Silvério.

Ana Pérez-Quiroga - APQ-Home - Maat

APQhome – MAAT é uma obra de arte total que requer a intervenção do participante numa imersão que, durante períodos de 48 horas, visa performatizar o quotidiano numa experiência total de fusão entre arte e vida.

Appleton - MEEL, Press — BAT Bon à tirer

Alexandre Conefrey, Ana Jotta, Ana Yokochi, Ana Pérez Quiroga, André Cepeda, André Romão, Ângela Ferreira, Belén Uriel, Constança Arouca, Duda Moraes, Edgar Pires, Elisa Pône, Francisco Tropa, Henrique Pavão, Hugo Amorim, Joana Villaverde, João Louro, João Paulo Feliciano, João Queiroz, Julião Sarmento, Luís Paulo Costa, Luísa Cunha, Miguel Palma, Paulo Brighenti, Ricardo Jacinto, Rui Calçada Bastos, Salomé Lamas, Sara Amorim, Susana Mendes Silva, Teresa Braula Reis, Thierry Simões, Vasco Futscher

Edp Grande Prémio - Bónus - Ana Jotta

Com um percurso expositivo regular desde a década de 80 do século XX, Ana Jotta tem vindo a desenvolver um corpo de trabalho absolutamente singular com um manifesto reconhecimento no contexto nacional e, sobretudo na última década, também no contexto internacional.

Pas de Deux - Ana Jotta - Gabinete

O Gabinete apresenta pas de deux de Ana Jotta, uma exposição das séries de gravura que a artista produziu recentemente com a MeelPress. Das exposições de Ana Jotta (Lisboa, 1946) destacam-se a retrospectiva Rua Ana Jotta, Museu de Serralves, Porto, 2005; e as individuais A Conclusão da Precedente, Culturgest, 2014 ; TI RE LI RE, Centro de Arte Contemporânea de Ivry, e pɔːtjuˈgiːz ˈhændikrɑːft, Etablissement d'en face, Bruxelas, ambas no ano passado.

Caroline Pagès - Miguel Palma + Elisa Pône

O sono invertido da modernidade Imaginemos um diálogo no sono materializado no desdobramento de idiossincrasias criativas. A imersão nesse estado de desprendimento do real onde a sedimentação de uma memória digitalizada se ancora não numa livre associação de ideias reminiscente da aventura surreal, mas na incapacidade de manipular de forma coerente um excesso de informação e uma angústia perante o apelo à acção.

Alexandre Conefrey na Fundação edp

The Pit: Dois Abismos – um poço fitando o céu é a primeira exposição de gravura de Alexandre Conefrey. Comissariada por João Pinharanda, a exposição explora o confronto do artista com uma cadeia de impossibilidades do mundo interior e exterior, material e espiritual, através do exercício virtuoso e violento sobre as chapas de cobre da gravura, procurando o corpo e a sua superação.

Mercadoria Chinesa

Artistas: Ana Jotta | André Romão | Luís Paulo Costa | Luisa Cunha | João Louro | João Paulo Feliciano | Julião Sarmento | Ricardo Jacinto Só quando copiado o texto comanda a alma de quem dele se ocupa, enquanto o mero leitor nunca chega a conhecer as novas vistas do seu interior, que o texto — essa estrada que atravessa a floresta virgem, cada vez mais densa, da interioridade — vai abrindo: porque o leitor segue docilmente o movimento do seu eu nos livres espaços aéreos da fantasia, ao passo que o copista se deixa comandar por ele.